Resenha: Os Condenados đź’€

         
      Sinopse: Danny Orchard conseguiu enganar a morte e ganhou uma segunda chance para viver. SĂł que ele nĂŁo voltou do inferno sozinho. Em Os Condenados, Andrew Pyper, autor do fenĂ´meno O Demonologista, explora as conexões de amor e Ăłdio entre irmĂŁos gĂŞmeos, numa histĂłria sobrenatural digna de pesadelos.


“O medo clássico tem um novo nome. Andrew Pyper.” 
[Stephen King]

đź’€

         Vamos dar uma “pausa” nos livros infantis para falar sobre esta DELĂŤCIA das trevas?


            Percebi que nos Ăşltimos meses estava lendo apenas literatura infantil e infanto/juvenil e, por sorte, a fim de retomar para o lado negro da força, encontrei uma promoção maravilhosa da DarkSide Books [aquela editora esplĂŞndida que possui as edições mais caprichadas e incrĂ­veis que se possa imaginar {sim, sou babĂŁo para com livros em capa dura e design de primeira!}]. Portanto, hoje falarei aqui sobre o VICIANTE: Os Condenados.


            Em Os Condenados somos apresentados a Danny Orchand que há vinte anos passou por uma experiĂŞncia de quase morte [sobrevivendo a um incĂŞndio], ganhando uma segunda chance para viver. PorĂ©m, sua irmĂŁ gĂŞmea, Ash, nĂŁo conseguiu ter o mesmo destino: acabou falecendo durante o incĂŞndio.


            ApĂłs esta experiĂŞncia, Danny tornou-se escritor, conseguindo transformar sua tragĂ©dia e experiĂŞncia num livro que acabou virando um grande sucesso.


            Sua irmĂŁ Ash nĂŁo era uma pessoa boa. Sei que Ă© errado limitar as caracterĂ­sticas entre “bem e mal”, porĂ©m, nesse caso, percebe-se que, a todo o momento e a cada verso descrevendo as atitudes e comportamentos de Ash, nota-se que ela era de fato uma pessoa ruim, capaz de cometer atrocidades apenas para se divertir e sentir prazer. Uma espĂ©cie de sociopata/dissimulada [que eu, particularmente, adoro!].


            Ash, mesmo depois de morta, permanece a mesma criatura egoĂ­sta e sádica que era em vida, porĂ©m, agora num nĂ­vel ainda mais atemorizante, pois, ela está morta! E segue infernizando a vida de Danny que, entre muitas idas e vindas, consegue aos poucos estabilizar sua vida, encontrando uma mulher que ama e desenvolvendo uma famĂ­lia.


            A meu ver o mais incrĂ­vel de Os Condenados Ă© a maneira com que Andrew Pyper consegue nos “nortear” na histĂłria dos gĂŞmeos Orchard. Durante a leitura vamos conhecendo cada vez mais sobre as relações familiares dos Orchard’s  como as desgraças chegaram a famĂ­lia desde o primeiro momento em que os gĂŞmeos nasceram.


            NĂŁo quero me aprofundar e ater muito aos detalhes da trama para nĂŁo estragar a leitura de quem ainda nĂŁo conhece a obra, mas, para quem curte um bom suspense, daqueles que te prendem desde o primeiro momento, Os Condenados Ă© mais do que indicado!



“Éramos gĂŞmeos fraternos, ainda que vocĂŞ nĂŁo necessariamente percebesse isso de imediato. [...] Se vocĂŞ nos tivesse conhecido naquela Ă©poca, chegaria Ă  conclusĂŁo de que a vida havia, visivelmente, preferido um de nĂłs em detrimento do outro. No entanto, quando a morte caiu sobre nĂłs, escolheu ela, nĂŁo eu, mantendo-a em seu domĂ­nio e atirando-me de volta para um mundo que, sem a presença da minha irmĂŁ, eu mal conseguiria reconhecer.”
[Página 23]


            Danny e Ash, apesar de gĂŞmeos, eram o completo oposto um do outro. Ash, aos olhos dos outros, era perfeita: dona de uma presença desconcertante, Ăłtima aluna, popular, capaz de inebriar os pensamentos de todos com que convivia… porĂ©m, era “o mal na forma de gente”. Sua maldade e dissimulação tinham como principal alvo Danny, seu irmĂŁo gĂŞmeo.


            Outro fato interessante de Os Condenados Ă© que o autor nĂŁo se “esquece” dos outros personagens [como acontece em muitas obras], pelo contrário, ele nos mostra o reflexo das atitudes de Ash em seus pais que, pouco a pouco, vĂŁo definhando fazendo, assim, com que a famĂ­lia sucumba.


            Assim como em O Demonologista (leia-o tambĂ©m! Apesar de o final nĂŁo ser dos melhores, o livro em si Ă© uma Ăłtima leitura!), aqui em Os Condenados Andrew Pyper conseguiu novamente escrever um livro arrebatador, que te fará DEVORAR as páginas a fim de descobrir o desfecho de Danny e sua assombração gĂŞmea.


Os Condenados segue a linha de edições impecáveis da DarkSide Books. Em capa dura, o design segue a mesma linha de O Demonologista, porém ao invés do vermelho, temos aqui o preto e dourado. Todos os livros da DarkSide são um deleite visual, daqueles que você pega e admira por vários e vários minutos, sentindo um prazer extremo ao manuseá-los e, também, contemplando-os na estante depois da leitura.



đź’€

Os Condenados

Autor: Andrew Pyper
Capa dura
Número de páginas: 336 páginas
Editora: DarkSide 
Compre na Amazon clicando aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário